A PROVA DO APÓSTOLO PAULO FOI ALÉM DO QUE ELE PODIA SUPORTAR.


 A-prova-que-passamos-podemos-suportar

INTRODUÇÃO.

Seja bem-vindo! muitas vezes no nosso dia a dia, contemplamos e presenciamos pessoas,sofrendo até no nosso próprio lar, ou da nossa família, passando por grandes problemas e sofrimentos, que seja na área emocional ou física as vezes uma enfermidade,um desemprego,uma necessidade financeira,pessoas desenganadas pela medicina,problemas conjugais, e chegamos quem sabe a pensar: Deus tem misericórdia dessa pessoa por que ela está sofrendo de mais, ou ela não aguenta mais esse sofrimento.

Nesse artigo; você vai entender se realmente Deus prova além das nossas forças ou não, e vai entender os dois versículos que o apóstolo Paulo falou, relacionado a prova.

A PROVA QUE O APÓSTOLO PAULO PASSOU.

Como todos nós sabemos,o Apóstolo Paulo antes chamado Saulo, quando se converteu ao Senhor, se tornou-se um instrumento de Deus, foi um dos apóstolos que mais trabalhou para o Senhor, e foi também um dos que mais sofreu por amor ao evangelho, ele perseguia os servos de Deus depois passou a ser perseguido.

(Atos 9. 23, 24):E tendo passado muitos dias os judeus tomaram conselho entre si para matar a Paulo.

Em (2 Coríntios 11. 24) o apóstolo Paulo, revela todo seu sofrimento. Mais existe duas passagens bíblicas que; Paulo citou que chama um pouco a atenção; a primeira está em (1 coríntios 10. 13) Paulo disse: Não veio sobre vós tentação humana, mais; fiel é Deus que não vos deixará tentar acima do que podeis……,

Então; aqui eu aprendo que Deus não me deixa, ser tentado além das minhas forças,por que a tentação também é uma provação.

Agora vamos ler o segundo versículo que se encontra em (2 coríntios 1 e 8) Paulo disse: Por que não queremos irmãos que; ignoreis a tribulação, que nos sobreveio na Ásia, pois fomos sobre maneira agravado mais do que podíamos suportar de modo que até a nossa vida desesperamos… o primeiro versículo; está dizendo que Deus não prova além das nossas forças, e o segundo Paulo fala que foi provado além do que podia suportar ou além das suas forças então; como entender isso? vamos ver um pouco mais abaixo.

O QUE SERÁ QUE PAULO QUIS DIZER?

Então no primeiro versículo (1 Coríntios 10. 13) Paulo fala de tentação, quando lemos na bíblia que Deus tentou essa palavra, está no sentido de provou, então; quando Deus prova, ele não prova além das minhas forças, e mesmo quando ele permite uma tentação do inimigo sobre a minha e a tua vida, ele também me da a condição e a capacidade de sobressair da situação.

Eu posso afirmar que; de forma nem uma Deus não permitirá nada sobre mim que eu não possa suportar. Então por quê que Paulo falou em (2 coríntios 1. 8) que ele foi agravado, ou provado além do que ele podia suportar então vamos entender a palavra.

VAMOS ANALISAR O PRIMEIRO VERSÍCULO:

Na primeira passagem (1 coríntios 10.1 a 14) Paulo está se referindo ao povo de Israel um pouco depois da saída do Egito, Deus não se agradou das suas obras, o povo dava lugar a idolatria, dava lugar a carne, Paulo revela que essas coisas foram feitas em figuras para que nós não viesse a pecar como eles.Quando lemos essa passagem entendemos que Paulo está dizendo, que; o povo pecaram mais; eles tinham a força de suportar toda aquela tentação.

Toda tentação que vem sobre nós; temos força para suportar,nos pecamos por que somos desobedientes a vos de Deus. Entenda uma coisa todo o ser humano da terra ele tem uma força dentro dele dada por Deus para suportar o mau, que ele seja crente ou não.

Jamais Deus vai permitir que um ser humano venha a pecar contra ele se esse ser humano; não der o lugar para pecar, então; Paulo está se referindo a “vida espiritual” de uma pessoa. Se a tua vida espiritual está em risco e você está sendo fiel ao Senhor jamais ele vai permitir que você caia em pecado ou seja atingido pelo mal ou tentado além das tuas forças,aqui se trata de vida no altar, se trata de comunhão com Deus,de vida espiritual se trata de santidade.

VAMOS ANALISAR O SEGUNDO VERSÍCULO.

No segundo versículo em (2 coríntios 1 e 8) Paulo falou que foi provado além do que ele podia suportar, nós vimos na bíblia que Paulo passou por muitas provações (2 coríntios 11. 24) Paulo recebeu cinco quarentenas de acoites,e foi apedrejado, (2 Corintios.1.25 ) foi apedrejado, três vezes sofreu naufrágio, passou uma noite e um dia no abismo, passou perigos de salteadores(2 Corintios.1.26) perigo no deserto, perigo entre falsos irmãos, passou fome sede frio (2 Corintios.1.27) e outros sofrimentos.

Então: Quando analisamos essa segunda passagem, Paulo passou por tudo isso, mais nessa passagem você pode observar: Paulo não citou algo relacionado a perigo de pecar ou de cair em tentação, claro que Paulo como qual quer ser humano ele estava sujeito a pecar, mais; Paulo como homem espiritual e como homem de Deus, Paulo era forte, por que Deus o fortalecia. (filip.4. 13) Posso todas as coisas naquele que me fortalece o mesmo somos nós que servimos ao Senhor.

Em toda vida de Paulo segunda a bíblia depois que ele se converteu,ao Senhor não existe relato nem um na bíblia que Paulo caiu em pecado ou afastou-se dos caminhos do Senhor, por causa das lutas ou outras coisas, ele permaneceu fiel até o fim.

Deus-não-prova-além-das-nossas-forças

ENTÃO DEUS PROVA OU NÃO ALÉM DAS MINHAS FORÇAS?

Então como falei todo ser humano tem dentro dele uma força para suportar o mal, quando se trata de “vida espiritual”, se você der lugar ao o inimigo; Deus não quer mais; ele permite que você seja tentado, e com isso você cai em pecado, por não vigiar e morre espiritualmente, e corre o risco de perder a salvação da sua alma se não se arrepender; mais se você for fiel a Deus; ele jamais permitirá que você seja  tentado além das tuas forças, o inimigo jamais tocará na tua alma.

Agora se você é fiel a Deus, e está convicto da sua salvação, já venceu e renunciou o pecado, pode acontecer na nossa vida igual aconteceu na vida do aposto Paulo, podemos passar por tremendas provações, aponto de não podemos suportar, podemos perder,pai, mãe,filhos,podemos perder até a nossa vida,mais a nossa alma, a nossa salvação, vai estar guardada nas mãos de Cristo, vai estar intacta com Deus.

Quem nos separará do amor de Cristo? a tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada ou até prova?(romanos 8 .35)

 Então você aprendeu que; se você permanecer fiel, você não vai ser provado além das tuas forças, espiritualmente falando, essa palavra se refere a vida espiritual de comunhão com Deus, e aprendeu também que se a sua vida já está guardada em Deus, o nosso corpo vai passar por grandes provações, maiores do que possamos suporta mais; Deus, estará conosco, para todo sempre.

(Romanos 8. 28) sabemos que todas coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados para o seu decreto.

Que o Senhor te abençoe e te der força para vencer as tentações e as provas.

gostou, compartilhe

Deixe o seu e-mail para receber dicas da bíblia e atualizações do blog.

Daniel Nascimento

Website:

6 Comentários

  1. nossa muito bom mesmo tou gostando de mais

    • Daniel Nascimento

      Olá Jair que bom que gostou do artigo.
      Qualquer dúvida eu estou à disposição
      Um forte abraço
      Fica na paz!

  2. A tentação não vai além de nossas forças, como está escrito … “Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.” (1 Coríntios 10:13)

    Já a provação, pode sim ir além, como está escrito … “Porque não queremos, irmãos, que ignoreis a natureza da tribulação que nos sobreveio na Ásia, porquanto foi acima das nossas forças, a ponto de desesperarmos até da própria vida.” (2 Coríntios 1:8)

    o termo usado para “provação” e “tentação” possui a mesma fonte no grego, πειρασμος (“peirasmos”) e, algumas vezes, os intérpretes confundem e igualam ambos os significados, como se fossem a mesma coisa. Mas as provações são testes para lhe promover e lhe tornar melhor enquanto que as tentações são testes que buscam lhe derrubar. As provações tem o objetivo de lhe tornar perfeito e íntegro, em nada deficiente, como escreveu Tiago:

    “Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes.” (Tiago 1:2-4)

    Se tentação e provação fossem as mesmas coisas, como explicar isso …

    “porque Deus não pode ser tentado pelo mal e Ele mesmo a ninguém tenta (πειραζω peirazo).” (Tiago 1:13b)

    “Pela fé, Abraão, quando posto à prova (πειραζω peirazo), ofereceu Isaque; estava mesmo para sacrificar o seu unigênito aquele que acolheu alegremente as promessas,” (Hebreus 11:17).

    Se em ambas as referências acima, a palavra é a mesma no grego, e se tanto tentação quanto provação fossem a mesma coisa, os textos entrariam em conflito, pois Tiago diz que Deus não tenta (πειραζω peirazo) a ninguém, mas em Hebreus Abraão foi posto à prova (πειραζω peirazo) por Deus; sendo assim, tentação e provação não podem ser a mesma coisa de forma alguma. Por isso o contexto e um conhecimento maior do grego e de sua abrangência são fundamentais para uma boa tradução e interpretação dos originais.

    • Daniel Nascimento

      Muito bom abraços!
      Daniel Nascimento.

  3. Nato

    Graça e Paz!!
    Muito bom…

    Deus Abençoe!!

    • Daniel Nascimento

      Que bom que gostou do artigo, até uma próxima
      Fica na paz.
      Daniel Nascimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *